"Desculpa se te chamo de amor" de Federico Moccia

sábado, março 12, 2011

"Desculpa se te chamo de amor"
Autor: Federico Moccia
Tradução: Gian Bruno Grosso
Editora: Planeta
424 páginas

Sinopse: Niki é uma bela garota, é divertida, é inteligente. Tem 17 anos. Alex é um "garoto" de quase 37. Separou-se há pouco, e sem uma razão clara, de sua noiva. Publicitário com grandes responsabilidades vê-se em crise no trabalho. Os dois se cruzam casualmente num pequeno acidente de trânsito. Niki gosta de Alex, Alex acha Niki divertida. A relação fica cada vez mais intensa. Não querem deixar a diferença de idade atrapalhar... O mundo dos adolescentes se choca com o dos adultos. Mas a vida dos dois nunca mais será a mesma. Este romance é a vontade de reencontrar a própria liberdade, a vontade de ter sentimentos verdadeiros, de amar sem convenções e sem muitos porquês. É o cotidiano, mas também o sonho.


“No amor, a dor é proporcional à beleza da história que você viveu.” (página 192) 

Sabe aqueles livros que te cativam aos poucos e, de repente, tu não consegue se “desligar” da história? Então, para mim “Desculpa se te chamo te amor” se enquadra nessa categoria de livros. A leitura foi me prendendo aos poucos, se tornando cada vez mais interessante, de forma que, quando o livro acabou pensei “Acabou? Mas justo agora...” 

A história que ele aborda é a de uma paixão entre um homem de 37 anos e uma menina de 17. Eles são respectivamente Alessandro e Niki, os personagens principais da história. Alessandro é um publicitário bem sucedido, mas que não aceita o rompimento repentino do noivado, chegando ao ponto de esconder da família e amigos o seu abandono pela noiva Elena, com a qual fazia planos. Niki é uma adolescente típica, espontânea, um pouco esteriotipada, que está no último ano de colégio e, junto com suas três melhores amigas (“as Ondas”), se envolve nas mais diversas encrencas. 

O livro começa contando a história dos personagens de forma paralela, o dia a dia de cada um até o momento em que se encontram e, aos poucos, passam a se interessar um pelo outro até se verem apaixonados. Como não poderia ser diferente, a relação que os dois começam a construir é daquelas para se quebrar barreiras, medos e preconceitos, a começar por eles próprios. Niki e Alessandro têm a preocupação de como familiares, amigos e a sociedade verão o relacionamento (Niki, por exemplo, tem pais apenas alguns anos mais velhos que Alessandro, enquanto este tem amigos com filhos de idades próximas a de Niki). 

Justamente por causa da temática de enfrentar os mais diversos problemas pelo amor, o autor acabou construindo personagens reais, que se deparam com problemas igualmente reais. O romance é universal, ou seja, a situação que Niki e Alessandro encaram, assim como as características que moldam a personalidade de cada um, poderia ser encontrada em qualquer lugar (quem sabe quantos leitores não se identificaram com a história...). Posso dizer que uma das coisas que mais gostei nesse livro foi a capacidade do autor em construir personagens verossímeis, com qualidades e defeitos, que fazem a gente adorá-los em certas partes quanto odiá-los em outros, assim como acontece na realidade (a personagem Niki, por exemplo, me irritava profundamente no início do livro, mas depois meu sentimento por ela mudou). Além disso, Federico Moccia mantém o leitor envolvido na narrativa com a forma poética como escreve, apresentando reflexões profundas e verdadeiras sobre o amor (para quem gosta de marcar passagens/citações, esse livro é perfeito para isso)! 

A história do livro gira em torno dos personagens principais (Alessandro e Niki), mas o autor também apresenta histórias secundárias de forma solta, fazendo com que o leitor fique curioso e em dúvida sobre quem são os personagens. No entanto, ao decorrer da leitura, todos os núcleos vão se costurando a história principal. 

Sobre a diagramação do livro, achei diferente o fato dos diálogos serem marcados com aspas e não travessões (fazia tempo que não lia livros assim). A fonte é pequena, com pouco espaçamento (ai minha miopia!) e a folha é porosa, o que me dava muita aflição. A capa do livro (imagem do farol) se torna autoexplicativa mais para o final do livro. 

Felizmente, para quem gostou desse livro, a história tem sua continuação em “Desculpa, quero me casar contigo”! Com certeza, quero MUITO saber o que aconteceu com Niki e Alessandro e recomendo a todos que leiam! Ah, para quem não sabe, o primeiro livro foi adaptado também para o cinema, mas com o nome “Lição de amor”. Ainda não assisti, mas pelo que pude ver no trailer, o filme está muito parecido com o livro e segue apaixonante! Mas né, é através do livro que conhecemos os personagens profundamente...

video

By Débora



Poderá gostar também

10 comentários

  1. Eu amei a resenha, já li esse livro e ele me conquistou! Muito tempo depois de ter terminado a leitura, eu ainda me lembrava de Nikki e Alex :) É uma leitura apaixonante! Eu comprei a continuação e mal posso esperar para começar :D
    Tenho o filme, mas ainda não vi, eu amo Raul Bova, o ator que interpreta o Alex, vou aproveitar e assistir o mais rápido possível :D
    Vou mandar um email pra vocês a respeito de parceria, vocês estão interessadas? Eu ficaria muito feliz, gosto muito do blog e seu conteúdo!
    Tem post novo no blog, dá uma passada lá!
    Beijos, Nath
    @brgnat
    Books In Wonderland - http://booksinwonderland.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Li esse livro e amei completamente! *--*
    Estou com a continuação aqui e mal posso esperar para ler!
    Tarsila
    DeSaLiEnAnDo

    ResponderExcluir
  3. Estou com muita vontade de ler este livro.. já li outras resenhas dizendo que o começo do livro é muito parado mas a historia vai se desenrolando e fica maravilhosa :)

    Beijos..

    chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Faz muito tempo que queria ler esse livro, mas sempre evitava por achar que seria um "clichezão". A resenha me fez mudar de ideia. Vou ler!
    Quero assistir ao filme tb. Nunca tinha ouvido falar na adaptação.

    Bjos meninas

    Mariana
    www.s2ler.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha, Débora!
    Quero muito ler os dois livros, ainda não li.

    Beijocas e ótima semana!

    ResponderExcluir
  6. Federico divooooo! Sou apaixonada por esse livro (e pela continuação!) *-*
    E cara é um genio, criou uma das histórias de amro mais lindas que já li! :)
    Amei a resenha de vocês! :D
    Beijoca!

    ResponderExcluir
  7. aaah! eu vi a resenha desse lvro em outro blog e me encantei, so achei q tem muitos rolos e tal, mas tudo bem
    A cap entao, nem se fala, conquista qlqr um , eu pelo menos achei lindamente simples ^^

    bju
    letracomasa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li esse livro, mas já me foi muito bem recomendado!
    Tb não vi o filme ainda :(

    Depois me faz uma visitinha?
    www.amormisterioesangue.com

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. jah tinha lido sobre o livro mas não sabia bem do q se tratava, adorei a resenha!^^

    --
    hangover at 16

    ResponderExcluir
  10. Aaaaamo muitoooo este livro, sem dúvida nenhuma está na minha lista de favoritos, é lindo demais. Lí também a continuação dele, "Desculpe quero me casar contigo", igualmente maravilhoso.

    ResponderExcluir

- É permitido divulgar o endereço do blog/site, desde que seja feito em um comentário a respeito do post.
- Comentários realizados apenas para divulgar blogs/sites/promoções serão apagados.
- Utilize o formulário de CONTATO para avisos a respeito de memes/promoções/parcerias.

Popular Posts

Twitter

Instagram