"O Pistoleiro" de Stephen King

segunda-feira, maio 02, 2011

"O Pistoleiro" - Livro 1 da série A Torre Negra
Autor: Stephen King
Tradução: Mário Molina
Editora: Objetiva
224 páginas

Sinopse: "Este livro é o primeiro dos sete volumes de série A Torre Negra, obra mais ambiciosa do escritor Stephen King. "O Pistoleiro" apresenta ao leitor o fascinante personagem de Roland Deschain, último descendente do clã de Gilead, e derradeiro representante de uma linhagem de implacáveis pistoleiros desaparecida desde que o Mundo Médio onde ... ( leia mais ).





Queria muito falar desse livro aqui no blog e, finalmente, aqui está!!! \õ/

Primeiro livro da saga "A Torre Negra" de Stephen King, "O Pistoleiro" me encantou. Antes de iniciar a lê-lo, eu já tinha lido um livro do autor, "Sombras da Noite", um livro com várias histórias, o qual não gostei muito [infelizmente]. Depois, fiquei meio receosa em começar "O Pistoleiro", mas, com coragem, fui firme e forte e não me arrependi e refiz alguns conceitos meus!

Antes de mais nada, aviso que o livro é um pouco complexo, mas dá para compreender toda a história. King cria todo um universo paralelo, diferentes dimensões e fatores que faz a história ficar bem interessante a cada página avançada. O personagem principal é Roland, pistoleiro implacável e o último do clã Gilead. Roland tem apenas um objetivo: encontrar a Torre Negra (a descrição da Torre Negra no livro foi o melhor pra mim *.* fiquei encantada. Só para resumir, a Torre Negra engloba todo o universo, espaço, enfim... TUDO). O mundo está em completa desordem...um caos. A única coisa que pode mudar esse cenário é a Torre Negra. Para encontrá-la, Roland segue arduamente o homem de preto, - adorei, deu um ar de suspense né? - que, ele acredita, sabe todos os segredos da Torre Negra e deixa sempre um rastro de destruição por onde passa. 


Um personagem que eu não posso deixar de citar é Jake, um menino da atual New York, mas que morre e de repente se encontra na dimensão de Roland - sim, é um pouco complexo como eu disse anteriormente :P . Jake vai se tornar uma pessoa importante para Roland, me atrevo a dizer, quase como um filho [até um certo ponto]. O livro encerra muito bem (na minha humilde opinião, foi a melhor parte do livro), dando abertura para a continuação da saga - são 7 volumes no total.

"A Torre Negra", por ser complexo e a obra mais ambiciosa do autor, creio que cria opiniões extremas, do tipo amei ou odiei. Felizmente, eu fiquei no primeiro grupo. Os personagens e toda a atmosfera são bem construídos e, como todo o livro do King, palavrões na história são bem comuns. Stephen começou a escrever o livro bem jovem (era ainda um estudante universitário) e tinha como inspiração filmes do Velho Oeste (não é à toa que o cenário da história é no deserto). 

A única coisa que eu poderia reclamar do livro é o excesso desnecessário de detalhes, mas que, ao mesmo tempo, enriquece a narrativa. Vi muitas pessoas que não gostam muito da maneira que o autor escreve, mesmo sendo considerado o Mestre. Acredito que é normal passar por isso nas primeiras leituras do autor... a questão é se acostumar. A narrativa não é ruim, mas de alguma forma é diferente da maioria dos livros de hoje. Como falei no início da resenha, o primeiro livro que eu li do autor eu não gostei, mas já nessa leitura eu fui gostando mais e mais com o avanço do livro.

Como a saga teve uma grande repercussão, já está previsto o lançamento do filme "O Pistoleiro", com atuação do ator Javier Bardem (eu era bem mais Viggo Mortensen) sob direção de Ron Howard. A previsão é que em setembro comecem a gravar e o lançamento do primeiro filme chegue aos telões em 2013, sem uma data estipulada. 

By Alessandra



Poderá gostar também

5 comentários

  1. Parece ser bem complexo mesmo, mas acho que todo o enredo por trás vale a pena!! Ah...e esse excesso de detalhes às vezes atrapalha uma leitura!! Eu não gosto muito!!! Por outro lado, podemos entender melhor certos aspectos!!
    Bjssss do João!!! :D

    ResponderExcluir
  2. A série "A Torre Negra" é, na minha opinião, genial!!!
    "O Pistoleiro", (por ser o primeiro livro, talvez) é mais detalhado mesmo. Às vezes cansa um pouco e é preciso prestar muita atenção na narrativa diferente de King.
    Mas mesmo para quem não gostou do primeiro livro: continuem lendo, pois a partir do segundo livro, fica muito melhor e, arrisco dizer, mais fácil de ler!
    Ale, adorei a resenha!!! =D
    Bjoooos =**

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha!
    Não li o livro, mas acredito que seja bom! Não sabia que ele ia virar filme... tbm prefiro o Viggo, ele tem um ar mais sombrio, acho q seria mais adequado para o papel!
    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Promoção: Marcadores Autografados de "Perdida"
    Participe! Vai até 23:59 de hoje!
    http://migre.me/4qeKB
    Books in Wonderland

    ResponderExcluir
  5. Sempre quis ler Stephen King, nunca o fiz. Sempre deixava pra depois. Essa saga é muito elogiada, já vi gente rasgando seda pro autor, dizendo que ele é um gênio do terror e tal... Deve ser mesmo. Só falta eu criar vergonha na cara pra conferir por mim mesma.
    Bom saber que vem um filme com enredo bom por aí. Espero que eles não caguem nele.

    ResponderExcluir

- É permitido divulgar o endereço do blog/site, desde que seja feito em um comentário a respeito do post.
- Comentários realizados apenas para divulgar blogs/sites/promoções serão apagados.
- Utilize o formulário de CONTATO para avisos a respeito de memes/promoções/parcerias.

Popular Posts

Twitter

Instagram