"A menina que roubava livros" de Markus Zusak

quinta-feira, julho 07, 2011

"A menina que roubava livros"
Autor: Markus Zusak
Tradução: Vera Ribeiro
Editora: Intrínseca
480 páginas

Sinopse: Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em "A Menina que Roubava Livros", livro há mais de um ano na lista dos mais vendidos do "The New York Times".
Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade desenxabida próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Leia mais.





Hoje venho com a resenha de um livro que, pela primeiríssima vez, me fez chorar. Ou seja, o livro é ótimo vendo por este ângulo, pois nenhum livro tinha me feito ir às lágrimas... :O 

A história se passa na época da Alemanha nazista (1939-1943), na qual a luta pela sobrevivência, a tristeza e a pobreza estavam muito presentes.A personagem principal é Liesel, mas a narração é personificada pela figura da Morte, ou seja, é a visão da Morte sobre os fatos.

Liesel Meminger é uma menina alemã que sofreu tristes experiências desde muito cedo, entre eles a perda do irmão e o 'abandono' de sua mãe, que a deixa com outra família (Hubermann) devido à situação difícil que a guerra os deixou. Foi numa dessas tristes experiências que Liesel encontra um livro, algo curioso e encantador para a menina que não sabe ler. Quando ela chega à Molching, cidade de sua nova família, ela faz de Hans (seu novo pai) e Rudy Steiner (seu mais novo vizinho) seus melhores amigos e companheiros e, mais tarde, o judeu Max. É Hans que ensina Liesel a ler e fica ao lado dela quando ela acorda de algum pesadelo. Rudy, por sua vez, é seu comparsa no furto de algum livro, um momento especial para ela que, no meio de tanto caos e ódio gerado pela guerra, tem nos livros e nas histórias um mundo aparte. Já com Max, a pequena Liesel possui uma relação muito forte. É ela que o faz ter seus melhores momentos através de simples atos. 

Nem sei como descrever este livro. É uma história com uma linguagem simples, mas que trata de um assunto pesado. Esse livro me surpreendeu de várias formas: a trama é super realística, por mais que a narração seja feita pela Morte - é ela que descreve e mostra a situação das pessoas nessa época, em que o sentimento mais presente é o medo, tanto para judeus como também para alemães. 

O livro me fez refletir muito sobre o nazismo, o quão ignorante e cruel pode ser o homem em relação ao outro e que, mesmo num caos total, pessoas realmente boas existem e que lutam contra tal realidade. Por mais que o nazismo já tenha acabado, as marcas continuam aí e, mesmo que tenha sido uma parte importante e vergonhosa da história, não deve ser esquecida para não ser repetida. 

Eu demorei um pouquinho pra acabar o livro, mas como vocês podem ver, não por ser ruim, mas porque eu precisava digerir a história. A narrativa sobre a vida de Liesel não é 100% ação, entendem? Mas como o desenrolar da história é na Alemanha nazista, horas de suspense sempre aparecem. É bom salientar também o evidente amadurecimento de Liesel durante a narrativa. Ela vai ficando mais “forte” com o passar do tempo e, por mais que seja uma criança, ela consegue entender a situação até enxergar o verdadeiro culpado pela enorme desordem em que o mundo está. 

Enfim, a leitura desse livro foi fantástica. Valeu cada segundo que eu gastei lendo. Com certeza, é um livro para refletir. Se o blog desse estrelinhas para os livros resenhados, esse seria 5!! RECOMENDADÍSSIMO!

Deixo aqui embaixo, um vídeo montagem super bem feito por um leitor, que mostra bem toda atmosfera da história. Vale a pena dar uma olhada!


By Alessandra

Poderá gostar também

8 comentários

  1. Eu amei esse livro quando o li!
    A narrativa é incrível, lembro de que me prendeu logo no prólogo, quando tem a descrição das cores. É lindo, é poético.
    A história é triste, mas também muito bonita e emocionante. Enfim, o livro é um dos melhores que já li também!
    Quanto às lágrimas, eu sou bobona e choro com qualquer coisa, então não posso falar muito hehehe!
    Beijos!
    P.S: Já viu a primeira promoção no blog? Da uma passadinha lá - http://migre.me/5bJeF
    P.S.2: Eu não sei se você viu, mas indiquei aqui no meme que respondi ^^ - http://minha-vida-literaria.blogspot.com/2011/07/meme-literario-1.html#comments

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi muitas pessoas elogiando o livro!!! Pelo fato da história acontecer na época da Alemanha nazista, onde Hitler pairava como um Deus supremo, já é possível imaginar o tamanho da carga emocional vivenciada pela personagem!! Deve ser pesado MESMOOOO!!! Mas com certeza é possível tirar grandes lições de tudo isso!!
    Beijos!! :)

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha! Já li A Menina Que Roubava Livros e curti bastante. Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha (:
    Quando comecei a ler, não gostei muito não sabe? Pensei até em parar, mas como sou 'chata' continuei e não me arrependi. A história é simplesmente cativante (depois que a gente percebe isso rs)
    BJão =^.^=

    ResponderExcluir
  5. Ale, eu acabei de descobrir que meu banner tava com um problema, o link tá certo, mas ta aparecendo a imagem de outro blog! Vc pode trocar por favor? Eu já arrumei o html no meu blog, é só pegar de novo!

    ResponderExcluir
  6. Agora você entende porquê esse é meu livro favorito. Eu não chorei com ele... desidratar teria sido a expressão mais correta.
    Ele é perfeito, não é? Eu o recomendo pra TODOS, porque realmente vale a pena. É lindo demais!!
    E o Rudy... ah, o Rudy... :'(

    P.S.: Eu amei o novo layout do blog. *-*

    Beijo!

    ResponderExcluir
  7. Livro perfeito!!!!Chorei muito principalmente no final.Otima resenha

    ResponderExcluir
  8. Olá, este livro é um dos que estão na minha lista a mais tempo, mas nunca compro ele, sempre coloco outro na frente,tenho medo de comprar e não gostar...

    ResponderExcluir

- É permitido divulgar o endereço do blog/site, desde que seja feito em um comentário a respeito do post.
- Comentários realizados apenas para divulgar blogs/sites/promoções serão apagados.
- Utilize o formulário de CONTATO para avisos a respeito de memes/promoções/parcerias.

Popular Posts

Twitter

Instagram