"A Cidade dos Segredos" de Sasha Gould

terça-feira, abril 22, 2014

"A Cidade dos Segredos"
Autora: Sasha Gould
Tradução: Luis Gonzaga Fragoso
Editora: Novo Conceito
256 páginas


Sinopse: Laura foi enviada para o convento logo depois da morte de sua mãe. Passa a maior parte dos dias em silêncio, e, apesar de ser tolerante e obediente, no fundo da alma não consegue aceitar a ideia de viver ali para sempre. Uma noite, sem maiores explicações, Laura é informada de que seu pai a quer de volta em casa. Feliz da vida, ela começa a se preparar para rever sua irmã mais velha, Beatrice, que há algum tempo deixou de responder suas cartas. O que ela jamais imaginava era chegar durante o velório de Beatrice, que morreu em uma situação inexplicável. Agora, o pai de Laura ordena que ela se case com Vincenzo, noivo de Beatrice, um homem muito mais velho e de aparência repugnante. A sociedade Segreta faz um pacto com Laura e promete ajudá-la a se livrar de Vincenzo – e a descobrir quem matou Beatrice. Sem alternativas, Laura é obrigada a depositar todas as suas esperanças nas mãos dessas mulheres enigmáticas. Mas até que ponto se pode confiar na palavra de alguém?



Olá pessoal, tudo bem?!


Hoje a resenha que trago é do livro "A Cidade dos Segredos", de Sasha Gould, primeiro livro da série Cross my Heart. Certamente, o que logo chamou a minha atenção para a sua leitura foi a linda capa (se fosse para fazer uma seleção de capas de livros, sem dúvida que esta entraria na minha lista! Parabéns à editora!). Além disso, o cenário em que a história acontece - a cidade de Veneza no século passado - também colaborou, pois sou apaixonada pela Itália e tramas que se passam por lá sempre me atraem. Com relação à narrativa, porém, não esperava muita coisa, o que às vezes é muito bom para não nos decepcionarmos.

"A Cidade dos Segredos" é um livro que conta a história da protagonista Laura, uma jovem que é mandada para um convento logo após a morte de sua mãe. Lá, ela é praticamente esquecida pela família, especialmente o pai, e seu único contato com o mundo exterior, durante os seis anos em que permanece no local, é com Beatrice, sua irmã mais velha. Por meio de cartas, algumas vezes censuradas pela abadessa do convento, Laura se comunica com Beatrice e vive inconformada com o destino imposto pelo pai, o de se tornar freira. Porém, tudo muda quando, repentinamente, Laura é chamada para voltar à sua casa. Apesar da alegria em retornar ao lar e sair da prisão que o convento representou na sua vida, Laura se depara com a notícia de que sua volta se deve à morte, tida como acidental, de sua irmã. Em pouco tempo, porém, ela percebe que a morte de Beatrice está estranhamente envolta em mistérios. Como se não bastasse o choque de perder a pessoa mais próxima de sua vida, Laura ainda precisa se readaptar à sociedade e à ideia do seu noivado com o antigo pretendente de sua irmã, Vincenzo, um homem bem mais velho, porém rico. 

Tentando escapar desse casamento, Laura se depara com o convite de um misterioso grupo de mulheres, denominado 'A Segreta', que promete livrá-la desse indesejado casamento, desde que, em troca dessa 'ajuda', ela pague um preço aparentemente simples, o de revelar um segredo. Em breve, Laura se dá conta da rede de intrigas, mistérios e vinganças de uma sociedade onde promessas são feitas, mantidas e quebradas, um verdadeiro jogo onde é difícil saber em quem se pode confiar. É nesse jogo, o qual se mostra uma verdadeira teia de armações, que Laura deverá se manter para descobrir o que verdadeiramente aconteceu com sua irmã. E, no meio dessa confusão, Laura ainda passa a se interessar pelo jovem Giacomo, um pintor misterioso que não sai de seus pensamentos.

"Se o poder delas é grande como sugere a rapidez da partida de Vincenzo, então a Segreta talvez possa ser útil para desvendar o outro segredo que me atormenta. Afinal, assassinatos são tramados a partir de segredos. Uma motivação se oculta na mente de um assassino até ser descoberta: uma dívida que não pode ser paga, um caso de adultério, ciúmes que desabrocham numa flor venenosa de ódio. Se eu puder descobrir o motivo pelo qual minha irmã foi assassinada, talvez isso possa me levar à descoberta de seu assassino." (pg. 127)

"A Cidade dos Segredos" é um livro de capítulos curtos e narrativa fluída. A autora Sasha Gould soube conduzir a história de forma que não se vê o passar das páginas, mantendo um ritmo que nos prende logo nos primeiros parágrafos e com descrições muito concretas. Apesar de não ser um livro com personagens muito profundos e cheio de mistérios alucinantes (alguns são bem previsíveis) ou reviravoltas de tirar o fôlego, é possível sentir a atmosfera de suspense em que a protagonista se encontra, principalmente pelo clima que envolve sociedades secretas. A leitura é rápida e prazerosa, desde que as expectativas estejam a nível de passatempo, pois quem procura histórias com mistérios profundos pode se decepcionar. Como eu, particularmente, não tinha expectativas com relação ao livro, achei que a história criada pela autora conseguiu cumprir com o papel de entreter. Um bom passatempo!  

"Tudo tem um preço. Quanto vale o seu silêncio?"

By Débora



Poderá gostar também

1 comentários

  1. Apesar de ter achado o início meio lento, o enredo acabou me conquistando.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

- É permitido divulgar o endereço do blog/site, desde que seja feito em um comentário a respeito do post.
- Comentários realizados apenas para divulgar blogs/sites/promoções serão apagados.
- Utilize o formulário de CONTATO para avisos a respeito de memes/promoções/parcerias.

Popular Posts

Twitter

Instagram