Introducing you a Movie: "Little Boy"

quinta-feira, outubro 29, 2015

FICHA TÉCNICA
Diretor: Alejandro Monteverde
Roteiro: Alejandro Monteverde, Pepe Portillo
Trilha Sonora: Stephan Altman, Mark Foster
Duração: 100 min
Ano: 2015
País: EUA e México
Gênero: Drama, Guerra, Comédia




Sinopse: Durante a Segunda Guerra Mundial, um garotinho fica devastado quando seu pai é obrigado a deixar a família a partir para a guerra. Acreditando ter poderes especiais, ele desenvolve um plano para trazer o seu pai de volta ao lar.





Olá pessoal, tudo bem?! Hoje a resenha é do lindo e emocionante filme "Little Boy". Posso afirmar que assistir esse longa foi uma verdadeira e grata surpresa, pois não sabia muito o que esperar além da sinopse. 

"Little Boy" tem por protagonista um menino de sete anos, Pepper Flynt Busbbe (Jakob Salvati), que vive em uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos e que, por causa do seu tamanho abaixo da média para a idade, sofre constante bullying dos demais meninos da mesma faixa-etária. É devido à sua altura que Pepper fica conhecido na cidade como "Little Boy" e, por não ter muitos amigos, constrói uma grande amizade com o pai (interpretado por Michael Rapaport), com quem tem uma forte ligação e uma relação muito especial. Para Pepper, seu pai é seu ídolo, seu modelo, seu verdadeiro 'parceiro', como gosta de chamá-lo, e não é difícil para ele imaginar os dois como as duplas de heróis do cinema e dos quadrinhos. No mundo do faz-de-conta, eles protagonizam as mais diversas e extremas aventuras, as quais sempre conseguem sair imunes com a crença absoluta de suas capacidades. No bordão que representa a dupla e repetido nos momentos mais adversos, o pai pergunta ao filho "Você acredita que pode conseguir isso?" e Pepper responde "Sim, eu acredito!"


A vida da família segue sua normalidade na pacata cidade, porém, a realidade do momento é mais dura que as histórias inventadas por Little Boy. Com a entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial, os homens precisam se apresentar ao exército. Seu irmão mais velho, London Busbee (David Henrie), tenta o alistamento, porém, por motivos físicos, é dispensado. Em seu lugar, agora quem precisa ir para o campo de batalha é seu pai. 




Logicamente, a angústia de Pepper é enorme e ele fica deprimido e isolado até ter uma conversa com o padre da comunidade que o lembra de que a fé move montanhas. São as palavras do padre e uma lista de benfeitorias para realizar que ele dá a Pepper que renovam as esperanças e reacendem a fé do menino, que agora acredita ser capaz de acabar com a guerra e trazer seu pai de volta com a força da sua fé e, como dito no filme, "é preciso ter muita coragem para acreditar".

Bom, eu não vou me estender muito além disso para não estragar a graça do filme, mas relembro que a história emociona ao abordar a fé através da pureza e inocência da infância e, como grande fã que sou de protagonistas infantis em situações sérias, o filme me conquistou. Porém, além do relato principal em torno do qual o filme gira, a história também traz outras situações que levam à reflexão, entre elas a questão do racismo e preconceito, assuntos muito abordados através do personagem Hashimoto (vivido por Cary-Hiroyuki Tagawa), um senhor japonês que vive há anos nos Estados Unidos, mas que sofre com intolerância e represálias na pequena cidade, pois, como ele mesmo diz, "tem a cara do inimigo".


Quanto à estética do filme, sou só elogios. Adorei a fotografia, o figurino, a trilha sonora. Ao meu ver, tudo de muito bom gosto e impecável, conferindo ainda mais beleza à história. A escolha do elenco também foi feliz, com atores como Emily Watson, Kevin James, Tom Wilkinson, além dos já citados anteriormente, apoiando a atuação do pequeno Jakob Salvati, que protagonizou o filme bravamente. Certamente, filme recomendadíssimo!!! Vale lembrar que "Little Boy" é o segundo longa de Alejandro Monteverde, promissor diretor mexicano, também responsável por "Bella" (2006), outro lindo filme. É um diretor que devemos ficar de olho, pois seu talento é inegável.



By Débora

Poderá gostar também

0 comentários

- É permitido divulgar o endereço do blog/site, desde que seja feito em um comentário a respeito do post.
- Comentários realizados apenas para divulgar blogs/sites/promoções serão apagados.
- Utilize o formulário de CONTATO para avisos a respeito de memes/promoções/parcerias.

Popular Posts

Twitter

Instagram